Com a recomendação de que as mulheres evitem engravidar durante a pandemia de Covid-19, a iniciativa da clínica tem o objetivo de orientar pessoas que tiveram que adiar ou interromper tratamentos para ter filhos. Trata-se de uma consulta para aconselhamento e acolhimento, uma vez que os procedimentos de reprodução assistida estão suspensos e limitados a urgências especificas. O atendimento on-line será realizado ao longo do mês de maio e deve ser agendado previamente pelo telefone (71) 3012-3010, dentro do limite de vagas.

A pandemia do Coronavírus afetou diretamente casais que precisaram interromper ou adiar tratamentos para ter filhos. Para dar suporte às mulheres que adiaram o sonho da maternidade, a clínica Insemina Centro de Reprodução Humana, especializada em medicina reprodutiva, vai disponibilizar durante o mês de maio aconselhamento reprodutivo gratuito para 60 casais. A iniciativa da clínica é uma homenagem ao mês das mães. “Sabemos que o foco da saúde agora é o controle do coronavírus, mas não podemos deixar de prestar assistência a essas pessoas, precisamos ajudá-las para o que vem depois da pandemia, quando todos retomarem suas vidas”, afirma a médica Sofia Andrade, ginecologista e especialista em Reprodução Humana, da equipe da Insemina.

O agendamento deve ser realizado previamente pelo telefone (71) 3012-3010, dentro do limite de vagas. As consultas on-line para aconselhamento e orientação serão realizadas com hora marcada, através de aplicativo especifico, e os casais poderão tirar suas dúvidas diretamente com os especialistas da clínica.

“Muitas mulheres estão extremante ansiosas, pois tiveram de adiar ou interromper tratamentos que já estavam em curso, muitos sonhos foram interrompidos, a ideia é que a teleconsulta seja um momento para acolhimento e aconselhamento para essas pessoas, que terão oportunidade de conversar diretamente com especialistas, tirar dúvidas e receber orientação adequada”, pondera Sofia Andrade.

A espera ganha uma dimensão mais acentuada ainda no caso de mulheres em idade avançada e com reserva ovariana muito baixa, gerando um nível alto de estresse emocional e ansiedade.

Cenário atual

Desde março os procedimentos de reprodução assistida foram suspensos por orientação da Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA) e da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana (SBRH). Essas recomendações foram endossadas também pela ANVISA, que orientou que os procedimentos sejam adiados até que a pandemia seja controlada.

Seguindo as recomendações do Ministério da Saúde, da Organização Mundial de Saúde e das autoridades locais, a Insemina mudou sua rotina de atendimento para garantir a segurança de pacientes e da sua equipe de colaboradores e profissionais de saúde. As consultas presenciais e os procedimentos de reprodução assistida estão suspensos até que tudo volte à normalidade. A clínica disponibiliza teleconsultas on-line, permitindo que os pacientes e os médicos se comuniquem sem riscos para a saúde de ambos.

Além das teleconsultas, apenas algumas situações de urgência têm sido atendidas, como no caso de pacientes que vão iniciar o tratamento de um câncer e precisam congelar
[03:05, 05/05/2020] +55 71 9668-2009: óvulos ou espermatozoides para preservar sua fertilidade, uma vez que a quimioterapia e a radioterapia podem comprometer a fertilidade, em alguns casos, de modo irreversível.

Gestantes e puérperas fazem parte do grupo de risco para a Covid-19, de acordo com o Ministério da Saúde. Uma infecção durante a gestação pode ter risco de agravamento para a mãe e de parto prematuro. Sobre a transmissão vertical do vírus (da gestante para o bebê), os estudos ainda são inconclusos. De qualquer forma, a orientação é que as mulheres evitem engravidar neste momento, mesmo naturalmente. No caso de mulheres que já estão grávidas, a orientação é para que ela mantenha o isolamento social e redobre os cuidados para evitar infecção pela Covid-19.

Sobre a Insemina

Fundada em 2015, a Insemina Centro de Reprodução Humana é uma clínica especializada em Reprodução Assistida, que disponibiliza atendimento mais acessível e adequado à realidade da região. A clínica conta com uma equipe médica experiente e altamente qualificada. Além dos tratamentos especializados de reprodução assistida, várias técnicas, exames e procedimentos como histeroscopia, diagnóstico pré-implantacional (PGD), preservação da fertilidade (congelamento), realização de exames de espermograma, dosagem de hormônio antiMulleriano e outros são realizados, graças à parceria da Insemina com clínicas de referência na Bahia e no Brasil.

Em Salvador, a clínica atua em parceria com o Cenafert (Centro de Medicina Reprodutiva), onde os procedimentos de Reprodução Assistida, como Fertilização In Vitro (FIV) e Inseminação Intrauterina, são realizados contando com as técnicas mais atuais e seguras e equipamentos de última geração. Localizada no Comércio, a Insemina conta com consultórios e sala de ultrassom e funciona na Rua Miguel Calmon, nº 40, Edifício Conde dos Arcos, salas 102 e 103.